19.jpg
Segunda, 27 Julho 2015 11:29

2016 - É Fantástico! Imagine, admire e sinta !

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

Gaviões 2016

{mp3}2016_Gavioes_da_Fiel.mp3{/mp3}

Autores: Geone Angioli e Roberto Azevedo

“Abertura”

Com a alma repleta de calor da fiel torcida nasce a explosão humana da vida e as sensações se transformam num berço de luz. Tudo começa a ganhar novas formas, novos sentidos e novos rumos. Originando sempre um espetáculo transmutável para outros mundos, universos do faz de conta e abismos do subconsciente, onde podemos voar, nos arrepiar, nos assustar, nos encantar.
É admirável nascer, brotar, enraizar, se transformar, ganhar asas… “Quem me dera possuir as asas de um pássaro……..mas eu sou gavião que voa sobre uma paixão, inigualável e difícil de explicar, eu sou vida, nasci e voo todos os dias para o meu mundo fiel”.
Fascinante também é admirar as maravilhas idealizadas pelo fruto da imaginação super-humana. E na dimensão sobrenatural surge um mundo desconhecido, onde o medo, o arrepio e o sombrio nos causam calafrio.
O ser humano busca de todas as formas – o desconhecido; inventa o impossível no real e brinca de tudo que não pode ser.
As mais belas formas da expressividade humana se configuram nas mais incríveis sensações oriundas da mente, onde o sentimento, a admiração e a imaginação, nos levam a um mundo de pura magia.
Toda a natureza é uma harmonia divina, sinfonia maravilhosa que convida todas as criaturas a trilhar o caminho da transformação.
“Carnaval 2016”
“Sinopse do Enredo”

O ESPETÁCULO DA ORIGEM DA VIDA É FANTÁSTICO!

“Assim como a semente traça a forma e o destino da árvore, os teus próprios desejos é que te configuram a vida.”
(Emmanuel)

A origem da nossa criação sempre foi um tema instigante para diversos teóricos, filósofos e estudiosos do assunto. Falar em origem é falar de nascer, é falar de vida nas mais diversas formas. É no nascedouro de um ser que a vida se torna fantástica, algo que nos emociona e arrepia, e que nos transporta para outra dimensão.
A origem da vida se traduz em extraordinário, não se consegue explicar a relação que há entre o real e aquilo que foge à compreensão humana, podemos apenas imaginar, admirar e sentir. A essência do fantástico está na maneira de encarar esse estado sobrenatural de forma dialética, buscando razões que a própria razão desconhece.
É fantástico observar a metamorfose das larvas em mariposas e o crepúsculo das borboletas, assim como é fantástico perceber a natureza desabrochando em cada canto da terra, também é fantástico ver o brilho das estrelas, o nascer do sol, a chegada da primavera e seus aromas, a formação dos rios, mares e oceanos.
É deslumbrante presenciar a explosão fantástica da vida em todos os cantos e recantos desse planeta, chorar ao nascer o filho, admirar a graça e a beleza dos animais, os povos com suas raízes, tradições e cultura, as riquezas naturais da fauna e da flora permeadas por uma sensação mística de um mundo repleto de encantos e magia.

SUPER-HUMANO: “DO CRIADOR À CRIATURA – AS FANTÁSTICAS INVENÇÕES DO HOMEM”.

“Imaginar é o princípio da criação. Nós imaginamos o que desejamos, queremos o que imaginamos e, finalmente, criamos aquilo que queremos”.
Bernard Shaw

O homem desde os primórdios sempre buscou algo para suprir suas necessidades e transformar sua realidade num mundo melhor. Foi através dessa carência chamada necessidade que o seu principal fio condutor – que é o cérebro – evoluiu de maneira espetacular.
No reino animal, o homem (espécie humana) é o único dotado de inteligência suficiente para dominar as leis da natureza. E essa característica dominante o impulsiona a criar e vencer seus próprios limites. Através do poder inventivo de sua mente e de suas mãos habilidosas, o homem conseguiu vislumbrar o infinito e criou inúmeras possibilidades para se tornar grande, um super-homem.
O homem foi iluminado pela sua observação direta nos exemplos que a natureza lhe oferecia. Os pássaros lhe deram a inspiração para voar, os peixes e os seres aquáticos o levaram a conhecer as profundezas do mundo das águas, seus olhos avistaram a montanha e o arco-íris, e este quis ir até lá para saber o que existia por detrás dos montes. E assim começou sua caminhada em busca de um mundo feito segundo a sua concepção.
Dessa ousadia humana, o mundo viu nascer e crescer grandes nações, a humanidade acompanhou o surgimento da roda, da lâmpada, do avião, do telefone, e todas as invenções que fazem parte de nosso cotidiano e que mudou os padrões da civilização terrestre. Porém, as grandes invenções criadas pelo homem que tinham originalmente a intenção de fazer o bem, acabaram também deixando um legado de destruição. As fantásticas invenções humanas simbolizam os dois lados de uma única moeda, onde se encontram o novo e o velho, a luz e a escuridão, o bem e o mal.

SERES IMAGINÁRIOS, FANTÁSTICOS E SOBRENATURAIS.

“A liberdade é um dos dons mais preciosos que o céu deu aos homens. Nada a iguala, nem os tesouros que a terra encerra no seu seio, nem os que o mar guarda nos seus abismos. Pela liberdade, tanto quanto pela honra, pode e deve aventurar-se a nossa vida”.
Miguel de Cervantes

O poder da mente humana vai muito além da sua imaginação quando se trata de um mundo lendário e sobrenatural, pois o pensamento ultrapassa as barreiras da naturalidade. Falar de um mundo sobrenatural é falar da exuberância de outros seres não reais, presentes ou não em nosso cotidiano, temos, por exemplo: o Mapinguari da Amazônia, o Curupira, o Dragão chinês, a Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça, as lendas urbanas, etc.
O fantástico ocorre nesta incerteza entre o real e o imaginário; ao escolher uma ou outra resposta para o acontecido, deixa-se o fantástico para entrar no campo do estranhamento ou do maravilhoso. O fantástico é a hesitação experimentada por um ser que só conhece as leis naturais, em face de um acontecimento aparentemente sobrenatural.
No mundo cinematográfico a ficção nos mostra os seres imaginários, lendários e sobrenaturais de forma concreta nas telas do cinema, causando emoção, arrepio e muito medo. Apresenta personagens fantásticos que combatem tanto para o bem ou a favor do mal. Espíritos diabólicos, oráculos e entidades de outro mundo, forças desconhecidas, do Além, fantasmas, monstros, assim como anjos, beatos, santos interferem na vida real sem que a razão, ainda que aterrada pelo medo sinta-se desalojada de suas propriedades constitutivas.

RUMO A UMA FANTÁSTICA VIAGEM DE FANTASIAS E SONHOS.

“O louco, o amoroso e o poeta estão recheados de imaginação”.
Sonho de uma Noite de Verão (William Shakespeare)

O universo mágico da imaginação humana nos proporciona o que há de mais belo por meio da literatura, onde a magia do livro nos encanta, nos faz chorar e apaixonar, e ainda nos leva a uma viagem de sonhos e fantasias por um mundo encantado.
É nessa viagem proporcionada pela literatura, que nos transportamos para um mundo onde o impossível se torna realidade. Através da imaginação fantástica do homem surgem os super-heróis que derrotam os vilões (na eterna luta entre o bem e o mal), e são capazes de solucionar todos os problemas que afetam a humanidade.
A literatura brinca com o impossível e com o sobrenatural, tem o poder de subverter o real mesmo quando procura negá-lo. Uma das formas mais comuns é através do sonho. O sonho é, na verdade, uma não subversão. O sonho possibilita que haja violação sem que, na realidade, ocorra, pois as leis naturais continuam sendo mantidas quando estamos acordados.
Na dramaturgia e na literatura o sonho, o delírio e a ilusão visual são motivos habituais que oferecem a possibilidade da dupla interpretação da narrativa fantástica. O impossível se torna possível, pois os personagens querem mostrar uma realidade que não se encontra no mundo real, querem materializar o sonho.
A narrativa “fantástica” garante o despertar destes sentimentos, porque projeta imagens e uma atmosfera particular ligadas a estados mórbidos da consciência.

SERIA FANTÁSTICO SE TUDO FOSSE HARMONIA!

“A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos”.
Charles Chaplin

Tudo que o homem criou e idealizou em busca de melhores condições socioculturais, foram aniquiladas pela ganância, arrogância e a prepotência do próprio ser humano. Não satisfeito com as maravilhas do mundo, o homem entra em conflito com sua própria espécie, desrespeitando a cor do outro, oprimindo a concepção de mundo alheia, tirando a soberania de uma nação, diminuindo a crença de cada povo, enfim, travando um duelo com seus semelhantes.
Seria fantástico se todas as coisas desse mundo entrassem em harmonia, celebrassem a paz e a união, sem haver distinção entre as coisas que possuem dois lados. Um mundo fantástico onde o que hoje é visto como mal ou ruim se juntasse com aquilo que é tido como bom e do bem. Esse mundo fantástico é possível, se for concebido pelos olhos de uma criança. O sentimento infantil ainda é repleto de afetividade, possui ternura, carinho e amor.
Seria fantástico se todas essas mazelas sociais se transformassem em benfeitorias e que ele aprendesse a conviver em pura harmonia com seus irmãos.
Diante do espetáculo da vida desejamos viver intensamente rumo ao caminho da eterna felicidade, buscando sempre um sentido novo, onde cada aurora possa se tornar o início de uma nova jornada, com novos gestos e rituais para celebrar o fantástico espetáculo que é a vida.

A imponência do voo de um gavião,
com suas asas decorando o céu,
faz nascer um sentimento fantástico,
num bando de loucos,
que gritam por ti…
– EU SOU GAVIÕES DA FIEL.

Lido 13190 vezes Última modificação em Quinta, 10 Dezembro 2015 19:18
Mais nesta categoria: 1978 - Campeão dos Campeões »

Área Restrita

Apoio

© 2016 SPcarnaval.com.br- spcarnaval@spcarnaval.com.br - Todos os Direitos Reservados