35.jpg
Quarta, 01 Janeiro 2014 11:55

2014 - Inesquecível

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

ABERTURA: “O Milagre da Vida”

No grande ciclo da vida há sempre um começo, um meio e um fim.

Ao olhar para a trajetória percorrida, ponho-me a pensar sobre tudo o que vivi, o que aprendi, o que conquistei, o que senti, o que me marcou e quais foram os momentos inesquecíveis em minha história.

O princípio de tudo está no primeiro grande presente que ganhei, um Presente Divino: O Dom da Vida.

Para anunciar a minha chegada e para me proteger nesta jornada, o Criador me deu anjos. Eles comigo estarão por toda a vida, mas um deles terá um papel ainda mais especial: o papel de minha mãe.

Caminhemos juntos neste túnel do tempo, para reviver os momentos inesquecíveis.

Sob as bênçãos do Criador o “milagre da vida” vai acontecer no ventre desta mulher. Criados à imagem e semelhança de Deus, iniciaremos nossa jornada experimentando e sentindo a vida com nossos cinco sentidos, guardando os momentos inesquecíveis em nossa memória e em nossos corações.

A primeira coisa que lembro, são as pessoas sorrindo pra mim, comemorando minha chegada.

PRIMEIRO SETOR (Infância) “Tempo da Inocência”

Eu tinha sede de viver. Nem dormir eu queria!

Não me deixavam fazer tudo. Eu lembro que quando ficava muito contrariado, chorava bem alto, e as únicas coisas capazes de acalmar minha frustração eram os meus pertences inseparáveis: a chupeta e um paninho que eu arrastava por onde fosse.

Viver era brincar… E por isso fiz de meus brinquedos meus fiéis companheiros.

Eu só os deixava meio de lado quando resolvia explorar novos lugares. Ah! Esta minha sede de explorador, me colocou em grandes enrascadas!

A única coisa capaz de me deter era aquele ser assustador, um ser que na verdade eu nunca vi, mas que minha mãe dizia estar ali por perto para pegar crianças desobedientes… O Bicho Papão.

Havia tantas coisas para eu conhecer que se não fossem aqueles jogos de memória, acho que não teria dado conta.

O dia mais inesquecível nesta fase de minha vida, foi meu primeiro dia de aula, quando minha mãe me levou pelo braço para um lugar diferente, com pessoas e crianças que eu não conhecia… E lá me deixou.

Lembro-me que chorei. No começo eu não curti a ideia, mas pouco a pouco me acostumei e foi lá que, ao aprender a ler e escrever, pude me debruçar sobre o caderno e sobre livros que me apresentaram histórias e personagens do mundo da imaginação, que tanto me ensinaram e que jamais esqueci.

SEGUNDO SETOR (Juventude) “Em busca da Liberdade”

De repente uma explosão de energia aconteceu. Eu não me sentia mais uma criança. Foi exatamente neste tempo que comecei a me tornar um tanto rebelde, incorporei uma atitude mais “rock’n rool”, encontrei a minha turma e uma nova forma de ser e de viver.

Minha mãe podia gritar meu nome, a casa podia pegar fogo, o mundo poderia acabar, mas nada seria capaz de me fazer parar de jogar meu vídeo game bem no meio de uma fase.

Lembro-me como se fosse hoje o dia em que dei meu primeiro beijo. Meu coração parecia que ia sair pela boca!

Adquiri um gosto estranho por fortes emoções, especialmente por sentir medo, adorava ir no trem fantasma e nas Noites do Terror dos parques de diversões, ao mesmo tempo que sentia muito medo, me divertia assustando meus amigos.

Alguns momentos nesta fase de minha vida se tornaram marcos: os incríveis bailes de debutantes e, sem dúvida nenhuma, o meu primeiro amor.

TERCEIRO SETOR (Maturidade) “Tempo de Conquistas”

Finalmente me tornei um adulto e a primeira coisa a fazer foi me tornar um cidadão com identidade (RG, CPF , Carteira de Trabalho)! Porém, o que eu queria mesmo tirar era minha CARTEIRA DE MOTORISTA , para colocar as mãos no volante e sair pelas ruas tirando onda.

Por tanto tempo eu desejei ser grande, ser adulto… Justamente para poder fazer o que quisesse e não precisar mais dar satisfações e explicações a ninguém. Este dia chegou, mas logo descobri que a coisa não era bem assim… Junto com a liberdade, vieram as responsabilidades.

Conscientizei-me que somos todos responsáveis pela preservação da vida neste planeta. Foi assim que fui para as ruas protestar e lutar por justiça e pela preservação da natureza. Afinal, juntos somos mais fortes.

Depois de tanto estudar, finalmente chegou o dia da minha formatura, eu e meus pais ficamos muito emocionados, especialmente quando chamaram meu nome, afinal, de alguma forma, aquela era uma conquista de todos nós.

Mesmo que eu não tivesse a exata ideia do passo que estava dando, um dos momentos mais inesquecíveis que vivi foi quando finalmente eu disse: “Sim eu aceito!”. (casamento)

Casar e formar uma família me fez amadurecer. Ao me tornar um adulto, olhei mais para o mundo ao meu redor, interessei-me bem mais pelas notícias, porque percebi que, de alguma forma, tudo o que acontecia em qualquer lugar do planeta acabaria nos afetando de uma forma ou de outra.

Tornei-me um sentimental… Que, muitas vezes, chorou com as vitórias do meu time e com as conquistas dos atletas brasileiros ao subirem no lugar mais alto do pódio, fazendo ecoar nosso hino, tremular nossa bandeira, e crescer meu orgulho de ser brasileiro.

QUARTO SETOR: (Melhor Idade) “Tempo de Lembranças”

Depois de ter percorrido um longo caminho, ponho-me a lembrar de músicas que embalaram meus momentos marcantes, de filmes que me fizeram sonhar, de novelas que me deixaram grudado da frente da tv, e dos cheiros e sabores daquelas gostosuras que me fartei de comer na casa de minha avó.

Mas, sem dúvida nenhuma, as lembranças que mais emocionam são daquelas pessoas únicas, que já partiram para uma nova “Viagem”, pessoas que souberam fazer, de pequenos instantes, grandes momentos, e que deixaram para sempre seus nomes escritos na história.

Como canta nosso Rei:

“Das lembranças que eu trago na vida, você é a saudade que eu gosto de ter, só assim, sinto você bem perto de mim outra vez”
( Roberto Carlos)

Hoje, no palco do maior espetáculo da terra, a Sociedade Rosas de Ouro, que também já marcou seu nome na história e em meu coração com tantos momentos inesquecíveis no Carnaval Paulistano , quer te fazer um convite:

Vem viajar com a gente. Queremos saber o que te marcou! Vamos juntos fazer mais um carnaval INESQUECÍVEL O que foi inesquecível pra você?

Lido 626 vezes

Área Restrita

Apoio

© 2016 SPcarnaval.com.br- spcarnaval@spcarnaval.com.br - Todos os Direitos Reservados