9.jpg
Quinta, 01 Janeiro 2009 11:55

2009 - Mens sana, in corpore sanun - O milênio da superação

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

Novos tempos... Nova era, a era da superação!!!

Os seres humanos, entes pensantes e dotados de inteligência, ao longo de sua conturbada história de transformação do planeta água que habita, por inúmeras vezes demonstrou que a sua faculdade de pensamento conduziu a humanidade por caminhos nada dignos de elogios.

Neste enredo, o grito audacioso da VAI-VAI ecoa a toda nação e ao planeta que é chegada a hora ! Este grito e uma coisa corajosa proposta a responsabilidade que cada um tem para que "Em uníssono", clamar pela panacéia de todos os males.

Algumas civilizações deixaram registro na história sobre a conduta de higiene, conhecimentos de medicina e curas que elevaram a qualidade de vida de seus cidadãos.

Grande exemplo para nós foi a conquista da península ibérica pelos mouros, os quais lá permaneceram por oito séculos, influenciando de forma altamente positiva com sua progressista tecnologia, hábitos de higiene, sanitarismo, arte, arquitetura, matemática e principalmente medicina, benefícios que perduram ate nossos dias na cultura ocidental.

Os séculos que se seguiram a sua expulsão foram deploráveis no aspecto da saúde humana.

A instituição do "corpo de pecado" da cristandade sepultando a natural nudez humana

no peso da condenação por luxuria, a negação dos salutares banhos corpóreos aliados

ao fechamento dos "banhos públicos", também herança do império Romano, resultou na paulatina abolição do costume.

O resultado foi a disseminação da "Peste Negra" que dizimou 30 % da população européia.

O Homem vitruviano e o nosso paradoxo, uma real contradição, sendo saudável e viciado, antigo e moderno, são e enfermo, belo e grotesco, natural e mecânico, perfeito e anômalo e o nosso grande artífice da SUPERAÇÃO.

A medicina que é misteriosa e encantadora aliviou as dores da humanidade ora lançando mão das Panacéias, ora das curas supra-fisicas.

Desde os primórdios grandes xamas, sacerdotes, monges, gurus, astrólogos, magos, alquimistas e médicos... Todos pertencem e obedecem a grande mandala universal que define os rumos da evolução e do conhecimento humano.

Na mandala há o equilíbrio de forças e agentes, há a contagem do tempo e suas exigências. Há a infusão da cura ou sua supressão, há luz e sombra... Terror e glória !

Agora é a hora! E antes que a morte chegue em asas ligeiras assolando, dizimando e sangrando corações a VAI-VAI olha para o futuro, respaldada pelas glórias do passado, e grita bem alto, caminhando e cantando, no rastro das alas e alegorias pelo piso limpo do sambódromo, seguindo os passos do homem vitruviano.

Mãos para o céu, acolhendo as bênçãos e fluvios celestes, juntos com todo o povo do criado entoando a palavra-chave que a conduz neste carnaval:

" SAUDE PARA TODOS "

Chico Spinosa

Carnavalesco

Lido 1258 vezes
Mais nesta categoria: 1974 - Samba, Frevo e Maracatu »

Área Restrita

Apoio

© 2016 SPcarnaval.com.br- spcarnaval@spcarnaval.com.br - Todos os Direitos Reservados